quinta-feira, 15 de abril de 2010

¨¨Porta aberta e lamentação¨¨

Te perdi   (!?????!!!!....)

Eu não sei direito o que aconteceu, só me dei conta quando o dia amanheceu...

eu acordei olhei pro lado e não te vi.

Abandonada!!!

Triste num canto pensando na gente.

A culpa é minha (???!)

Podia ser diferente (!!!!!!!!!!!!!!!)

Não dei valor      (dei sim, muito)

Agora sei que te perdi     (será que perdi mesmo, pra sempre????)

Os dias vão e é só saudade de você no coração

O telefone que não sai da minha mão

Eu conto as horas pra você voltar pra mim

Vou te amar (!!!)

Não importa o quanto eu tenha que esperar

Deixei a porta aberta pra você entrar de novo aqui:

No meu coração!!!!!!

(Maria Cecília e Rodolfo)

sexta-feira, 9 de abril de 2010

¨¨O rabo abanando o cachorro¨¨

(imagem de www.zaroio.com )

É cada coisa que me aparece viu...
Agora há pouco tocou o telefone da minha mãe, ela atende e quem é???
Um cara babaca que ligou errado!!! Mas ninguém merece isso. Juro que eu nunca consegui entender como é que as pessoas conseguem ligar errado. Por coincidência o cara tinha o nome de um dos meus tios, logo minha mãe pensou que fosse ele. 
O carinha, tal de Itamar, queria falar com uma tal de Léia. Minha mãe começou a dar conversa (e eu me me matando de tanto rir). O mais engraçado foi que quando o cara disse que se chamava Itamar minha mãe soltou um "até que enfim resolveu me ligar né", já que meu tio (também chamado Itamar) não costuma ligar muito, ou seja, ele deve ter ficado pensando "puxa vida, ela devia estar esperando que eu ligasse".
Ele queria marcar de sair hoje; ficou de ligar de novo por volta das 20:00 hs pra combinarem tudo direitinho.
Resta saber se ele vai ligar de novo ou se vai perceber que ligou errado. Tomara que ele ligue. Hoje estou querendo me divertir {não, eu não estou pensando em sair e transar com o tal cara}, ou seja, se ele ligar vamos fazer de conta que somos a tal Léia, vamos dar corda e marcar o tal encontro, depois disso vamos ficar imaginando a cara dele quando ninguém aparecer!!! kkk
Credo, que mente horrível que eu e a mamis temos. Seria muito mais simples ter dito: "olha, meu senhor,o senhor deve ter ligado errado", mas nesse caso não teria graça nenhuma  e a gente não poderia rir da cara de um babaca que consegue ligar errado e nem percebe que a voz da tal de Léia estava diferente .

Bem, no caso de ele ligar de novo eu conto aqui como foi, e no caso de não ligar, eu vou ficar muito decepcionada por não ter sido possível colocar o nosso plano em prática.

__mudando de assunto__

Ontem eu e minha mãe estávamos assistindo o programa do Ratinho (normalmente não assisto, mas ontem eu fiz questão de ver) e adivinhem quem estava lá dando uma entrevista na maior cara de pau do mundo...
Acertou quem disse Guilherme de Pádua, aquele vagabundo, chinelão (e agora pastor) que matou há alguns anos a Daniela Peres, filha da Glória Peres, com a ajuda de uma outra vagabunda que também já saiu da prisão e vive livre, leve e solta.
Ai eu nem sei o que dizer, só sei que outra coisa que eu nunca vou entender é porque nesse país gente que mata sai da cadeia tão rápido. O mais impressionante foi que ele alegou que não ficou só seis anos como as pessoas dizem, mas ficou sim quase sete anos. Ahmmm, e daí??? Sete anos não é nada se levado em consideração o fato de ele ter matado uma pessoa. A cara que ele estava, cara de quem se sente com toda a razão do mundo, é uma coisa que me tira do sério. Odeio gente que faz merda e depois se faz de vítima, como ele quiz fazer em rede nacional. Foi perguntado pra ele umas mil vezes "por que você matou a Daniela???", e ele, é claro, não respondeu, ficou enrolando, enrolando, enrolando e não falou.
A única coisa que ele falava era que Deus tinha mudado a vida dele, que ele era um homem melhor, que tinha sido transformado. Isso me tira do sério, me tira de mim, me deu uma gana de pular no pescoço dele e esbofetear a cara dele até o meu braço adormecer e eu não ter mais forças.
É muito fácil virar crente depois que faz uma cagada como a que ele fez, sair da cadeia dizendo que se tornou uma pessoa melhor graças à fé.
Eu não estou querendo discutir sobre Deus, fé e capacidade das pessoas se tornarem melhores, mas eu não acho que seja tão simples assim: matei, acabei com uma família, fui preso, me converti e Deus apagou tudo que eu fiz de errado.
Não entendo como as pessoas se transformam de um dia para o outro, sério mesmo, e talvez seja ignorância minha não entender uma coisa que para muitos pode ser simples (Deus transformou e ponto final, simples assim), mas vocês hão de convir comigo que para ele é muito cômodo entrar para uma igreja, se tornar pastor e passar a viver disso como se nada tivesse aconteceido, já que todos os irmãos da igreja o tratam como se nada tivesse acontecido.
Não sei quanto a vocês, mas para mim ele (e qualquer pessoa capaz de tirar a vida de alguém) vai ser sempre um assassino que não vale merda alguma de quem eu quero distância (como a distância daqui até Vênus, no mínimo), porque não existe ex assassino: se a gente mata alguém, aquela pessoa nunca volta, a família não vai mais tê-la, não importa quanto tempo se passe, portanto, você continau sendo um assassino todos os dias.
Só pra constar, eu também não sei como é que um traste desses pode ter até fã clube (acreditem, ele tem um fã clube). Quem é que pode ser fã daquele estrupício, o que foi que ele fez de bom pra ter fãs???
Não sei não viu, pra mim esse mundo está pelas avessas, tudo ao contrário, tudo errado.
Daqui a pouco o rabo é que vai abanar o cachorro!!!

segunda-feira, 5 de abril de 2010

¨¨Apesar de...¨¨

"... uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar deApesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora de minha própria vida. Foi apesar de que parei na rua e fiquei olhando para você enquanto você esperava um táxi. E desde logo desejando você, esse teu corpo que nem sequer é bonito, mas é o corpo que eu quero. Mas quero inteira, com a alma também. Por isso, não faz mal que você não venha, espararei quanto tempo for preciso."


"Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida."