quinta-feira, 6 de agosto de 2009

¨¨Esperanças¨¨

Eu acho que todos nós ainda nos lembramos do caso da menina Madeleine, desaparecida desde o dia 3 de maio de 2007. O caso comeveu o mundo, pessoas públicas e influentes ofereceram recompensas milionárias (entre elas, Stephen Winyard, J.K. Rowling e a própria Rainha da Inglaterra), jogadores de futebol, como Cristiano Ronaldo e David Beckham, fizeram vídeos com apelos de que a menina fosse encontrada viva e um site foi criado especialmente para arrecadar fundos e informações a respeito do caso. (http://www.findmadeleine.com/)
Ou seja, o mundo se comeveu, se mobilizou, todos buscavam desesperadamente uma resposta para todas as lacunas em torno desse desaparecimento mas, (e sempre tem o maldito mas), até hoje não se sabe onde está Madeleine. A cada dia que passou surgiram novas pistas (a grande maioria, infelizmente, falsas).
Se falou de tudo: que a menina estaria morta, que uma carta anônima teria informado o local onde estaria o corpo, que alguém teria visto a menina na Suíça, que a menina teria sido assassinada pelos pais, outros afirmavam que ela teria sido levada por pedófilos, enfim, muito se falou mas, achar a menina, ninguém achou. Esclarecer o caso, ninguém esclareceu.
...
Essa semana eu encontrei no G1 (http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1253196-5602,00.html) as notícias sobre esse caso e vi que a polícia divulgou um retrato falado da possível seqüestradora (mais um dos tantos retratos que foram divulgados). Resta esperar e torcer para que essa não seja mais uma das tantas pistas que acabaram dando em nada.
Tomara que esses pais possam ter de volta a sua filha, já que mesmo depois de tanto tempo eles não desistiram de procurar e nem perderam as esperanças.
Isso só nos mostra que esperança é, realmente, a última que morre (se bem que eu lembro de ter lido em algum lugar que, na verdade, esperança é a primeira que nasce quando tudo parece perdido).
...

6 comentários:

  1. Gostei da frase de que a esperança é a primeira que nasce quando tudo está perdido (:
    ah, e sobre o caso, eu li na Veja que tudo indicaria que os pais tenham matado a menina, probrezinha...

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Acredito que a pior dor que exista é a dos pais quando perdem um filho. Não é a ordem natural das coisas, ainda mais na idade de Madeleine...

    A nós, só resta torcer para que um dia, pelo menos, essas coisas se esclareçam para aliviar o coração dessa família.

    ResponderExcluir
  3. É...
    Cada coisa estranha que acontece, né?
    Credo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. meniiiina, acredita que um dia desses eu me questionei: onde estará a Madeleine?

    me dá um frio na espinha, como é que alguém desaparece assim?

    ResponderExcluir